Queria um outro título, não queria este, mas este faz sentido.


Muitos me perguntam onde moro, olha, eu tenho uma casa no Cabo de Santo Agostinho, mas ultimamente e frequentemente estou em Setúbal, Recife. É é isso mesmo. Os amigos do Cabo dizem, ei maga (ou algo assim) vai pra Setúbal, ou tá em Setúbal. Mas uns acham que aluguei algo aqui, ou, simplesmente, não acham nada.

É o seguinte, moro em Sétubal, na casa de um amigo, é isso mesmo, amigo. Amigo. Adentrando mais no assunto, ontem fui para formatura do irmão mais novo dele, que é praticamente da idade do meu irmão, só um ano mais velho, e fui como mais um mebro da família. O engraçado é que o irmão dele estuda no mesmo colégio em que nos conhecemos e ao longo de anos fomos amadurecendo essa amizade.

Ontem na descrita formatura, eu mesinti voltando a 2003 quando ouvia das pessoas do corpo do colégio na minha formatura, que não haveriam mais anos como aqueles, e que seriam inesquecivéis. eu e toda a minha céticidade e até brutalidade, é claro, todo dia não é igual. Mas o que vi naquela época, é que, realmente grandes emoções da minha vida ocorreram no colégio, que os meus amigos hoje, são os meus amigos de ontem, aqueles da época do colégio, e que apesar de pagar minhas contas há muito tempo, ter passado pelos anos de faculdade, de pós-graduação, trabalhos em n's lugares (ok, ok, fiz mts amigos, então não estou os excluíndo disso, disso digo do amor infito que sinto por eles, mas a história deles conto outro dia).

os meus amigos da época do colégio, já pagaram minhas contas, já apararam minhas lágrimas, mágoas, irritações um bilhão de vezes ao longo destes anos, eles são indubitavelmente a maior riqueza que tenho, por eles sou capaz de tudo, tanto que fico aqui em Setúbal sem o menos problema para um deles, mas estou sempre morrendo de saudade do meu irmão.

É de fato um post memorialista, a noite passada me fez voltar anos-luz no tempo, e apesar de tê-los ao meu lado, quero sempre relembrar e saber que tenho amigos pra tudo na minha vida.

É eu amo vocês.

3 comentários:

O tempo passa mas os verdadeiros sentimentos são eternos...
Te amo Tassita, pra sempre.

13 de novembro de 2009 08:29  

Eu tive um déjà vu de um sofrimento que já vivi e não tenciono viver novamente.
Nem sempre o tempo é complacente conosco, e nem sempre as lembranças são boas.

Que bom que com você foi diferente.

bjos

19 de novembro de 2009 06:22  

Te amo!

21 de novembro de 2009 19:29  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial